×
Did you know you can save your preferences across all your digital devices and platforms simply by creating a profile? Would you like to get started?
Not right now
No, never ask again
  • Triplo empate pela liderança do Estrella del Mar Open

  • O argentino Alejandro Tosti fez dois eagles nos seus últimos três buracos deste sábado. (Enrique Berardi/PGA TOUR)
    O argentino Alejandro Tosti fez dois eagles nos seus últimos três buracos deste sábado. (Enrique Berardi/PGA TOUR)
  • In This Article

    0
    COMMENTS
  • MAZATLÁN, México – Com certeza quando ele iniciou a terceira volta do Estrella del Mar Open, Alejandro Tosti pensava que poderia conseguiu algumas posições no placar. O que não imaginou é que faria isso com um volta sem bogeys e terminando com dois eagles nos seus últimos três buracos.

    Com um total de 197 tacadas, 19 abaixo do par, o jogador de 23 anos empata na liderança do evento inaugural da temporada 2020 do PGA TOUR Latinoamérica ao lado do brasileiro Alexandre Rocha e do holandês Rowin, que entregaram cartões individuais de 65 tacadas. No quarto lugar, a apenas uma tacada dos líderes, estão o mexicano Álvaro Ortiz (67) e os americanos Ryan McCormick (65), Matt Gilchrest (66), Mitchell Meissner (66) e Chris Wiatr (67).

    A subida mais importante da rodada foi do chileno Cristóbal del Solar, que terminou o dia com 63 tacadas. Esse resultado o permitiu escalar 29 posições para chegar na última volta com 199 tacadas, 17 abaixo do par, e assim empatar em nono lugar ao lado do americano Josh Radcliff e do mexicano Raúl Pereda.

    O bicampeão no PGA TOUR Latinoamérica dividiu o dia com o dominicano Juan José Guerra e entre os dois acumularam 18 birdies e um eagle. Guerra jogou 64 tacadas e subiu até o décimo segundo lugar do placar, com um total de 16 abaixo do par. O centro-americano, novato este ano no Tour, está nesta posição ao lado dos americanos Piri Borja e Samuel Stevens e um dos seis líderes dos primeiros 36 buracos de jogo, o guatemalteco José Toledo.

    “Comecei muito bem os primeiros buracos e tenho que reconhecer que em alguns momentos perdi o toque com o putter. Não é fácil jogar sabendo que você tem que atacar o tempo todo. Tem sido uma semana de scores baixos e por sorte não fiquei atrás. Estou em uma excelente posição para amanhã”, disse Tosti, que foi líder da competição no primeiro dia de atividade.

    Assim como no primeiro dia, Tosti teve um dia sem erros e seus primeiros nove buracos não podiam ter sido melhores: eagle no dois depois de um putt de sete metros e dois birdies consecutivos no 3 e no 4. Nos segundos nove começou com birdie no 11 e dois eagles nos seus últimos três buracos. No 16 embocou um putt de cinco metros e no 18, um par 4 curto, acertou de fora com um approach das 30 jardas da bandeira.

    “Ontem não tive muita paciência porque as expectativas eram grandes. Hoje foi um dia completamente diferente. Joguei com a cabeça mais tranquila e senti que isso foi positivo. É a primeira vez que faço três eagles e estou muito feliz com o momento que estou vivendo. Que amanhã aconteça o que Deus quiser”, afirmou Tosti, que voltou em janeiro para a Universidade da Flórida para recomeçar a universidade.

    Esta é a segunda temporada de Tosti no PGA TOUR Latinoamérica. No ano passado disputou onze torneios e conquistou uma vitória, esta no Termas de Río Hondo Invitational. Seu outro grande resultado de 2019 foi o empate pelo décimo lugar no Neuquén Argentina Classic. No final das contas terminou no 19º lugar da Ordem de Mérito.

    Por sua vez, Rocha terminou o dia com quatro birdies consecutivos. Seus outros três foram no 1, 10 e 12, respectivamente. “Nos primeiros nove buracos realmente tive oportunidades quase sempre. Nos segundos nove o vento apareceu e tive que ajustar alguns detalhes da estratégia. Apesar disso o putt esteve sempre bom e isso é muito importante em um campo como este, onde você precisa fazer bons scores”, comentou o brasileiro de 41 anos.

    Entre 2012 e 2019, Rocha disputou 40 torneios no PGA TOUR Latinoamérica e seu melhor resultado foi a vitória no Aberto do Brasil 2015. Naquele ano terminou no quarto lugar da Ordem de Mérito. Em 2019 jogou 12 eventos, passou dez cortes e conseguiu cinco Top 10. Entre 2011 e 2012 foi membro do PGA TOUR. Seu melhor resultado foi um empate pelo quarto lugar no Frys.com Open.

    Neste domingo a última volta do campeonato começará às 07h40min. Os grupos serão formados por dois jogadores e o pelotão, formado por Alejandro Tosti e Alexandre Rocha, entrará em campo às 12h20min.

    Notas adicionais da 3ª Volta do Estrella del Mar Open 2020

    - Mexicanos ainda em competição: Álvaro Ortiz (4º lugar), Raúl Pereda (9º lugar), Gonzalo Rubio (23º lugar), José Narro (33º lugar).

    - Média de tacadas:
    R1 foi de 69,19 tacadas.
    R2 foi de 69,24 tacadas.
    R3 foi de 68,5 tacadas.

    - Voltas sem bogeys:
    R1. 14
    R2. 17
    R3. 11

    - Evento nº 130 na história do PGA TOUR Latinoamérica. Vigésimo segundo que o Tour disputa em território mexicano.

    - O campeão recebe US$31.500 e 500 pontos para a Ordem de Mérito.