×
Did you know you can save your preferences across all your digital devices and platforms simply by creating a profile? Would you like to get started?
Not right now
No, never ask again
  • Álvaro Ortiz ganha Classificação da Argentina com autoridade

  • Álvaro Ortiz terá isenção completa para a temporada 2020 do PGA TOUR Latinoamérica. (Enrique Berardi/PGA TOUR)
    Álvaro Ortiz terá isenção completa para a temporada 2020 do PGA TOUR Latinoamérica. (Enrique Berardi/PGA TOUR)
  • In This Article

    0
    COMMENTS
  • CAÑUELAS, Argentina – Álvaro Ortiz honrou sua condição de candidato e, com uma excelente volta de 7 abaixo do par (65), foi o campeão do Torneio de Classificação da Argentina que foi disputado no Cañuelas Golf Club. O mexicano somou 272 tacadas (-16) para superar por cinco tacadas o argentino Jaime López Rivarola e o dominicano Juan José Guerra. 

    O mexicano de 24 anos saiu para jogar a última volta empatado na liderança com o argentino Matías Lexcano e, com dois birdies nos primeiros dois buracos, assumiu a liderança isolada. Na volta do 10 o campeão do Latin America Amateur Championship em 2019 mostrou o melhor do seu golfe com três birdies e um eagle.

    Lezcano, que havia começado empado com Ortiz, terminou com uma volta de 1 abaixo do par (71) que o fez empatar em quarto lugar, seguido pelo argentino Maxi Godoy e pelo mexicano Alejandro Villasana, que empataram em quinto.

    Os doze primeiros lugares que entregam cartões para a primeira metade da temporada foi completado pelos seguintes jogadores: Oreste Focaccia, Exequiel López, Rafael Echenique, Felipe Navarro, Raúl Pereda e Aaron Terrazas, que ficou com o último cartão depois de jogar um playoff de seis jogadores por uma vaga e que foi decidido no quinto buraco extra.

    “Foi uma volta espetacular do começo ao fim, quase não cometi erros e esse final de eagle e dois birdies foi um prêmio dessa semana tão sólida. Estou jogando um bom golfe há algum tempo e finalmente é uma grande alegria conquistar uma vitória como profissional”, disse o jogador de Jalisco, Guadalajara.

    “No começo da volta estava um pouco nervoso porque algumas tacadas exigem uma precisão muito grande, mas depois que o nervosismo passou joguei muito tranquilo e consegui terminar da melhor forma possível”, disse o graduado da Universidade de Arkansas.

    Depois do birdie no 12, Ortiz bateu uma grande saída no par 5 do 14 e teve que jogar apenas um ferro 7 no seu segundo tiro para o green e ficar a três metros para eagle que acabou dentro do buraco. Ali sua vantagem já era grande e o mexicano se encarregou de aumenta-la com os birdies do 16 e do 18.

    Na hora de analisar seus objetivos para a temporada que inicia no seu país entre os dias 5 e 8 de março com o Estrella Del Mar Open, em Mazatlán, Ortiz destacou: “Meu objetivo é chegar no Korn Ferry Tour em 2021 e depois no PGA TOUR. Tenho vários amigos aqui no Latinoamérica e estou muito empolgado para jogar neste Tour”, finalizou ele que foi o segundo melhor amador no The Masters 2019.

    Por sua vez, também estava muito feliz o dominicano Juan José Guerra, que na sua primeira participação em um Torneio Classificatório do PGA TOUR Latinoamérica conseguiu status para a primeira metade do calendário.

    “Missão cumprida, não sabia muito o que esperar desta semana mas tive uma grande volta (a segunda, 65) para terminar sem tanto stress e poder aproveitar a volta. Nessa primeira temporada como profissional tenho que tentar aprender com meu jogo, ver como tudo funciona, pois nunca joguei em um Tour, e dar o melhor de mim. Sei que assim os resultados virão”, disse o dominicano de 22 anos.

    Quem empatou com Guerra acabou sendo o melhor argentino, Jaime López Rivarola, que teve um grande final com dois birdies e um eagle nos últimos cinco buracos.

    “Pude aplicar toda a experiência dos anos anteriores e não me desesperei apesar de começar com dois double bogeys nos quatro primeiros buracos. Sabia que podia fazer vários birdies e por sorte estive tranquilo e os consegui no final da volta”, disse ele que teve status condicional em 2019.

     

    ESTES SÃO OS JOGADORES QUE GANHARON STATUS E SUAS CONDIÇÕES

    Posição Final

    Status

    Campeão

    Álvaro Ortiz (México)

    Isento para toda a temporada 2020

    2º ao 12º (sem empates) 

    Jaime López Rivarola (Argentina)
    Juan José Guerra (R.Dom)
    Matías Lezcano (Argentina)
    Maxi Godoy (Argentina)
    Alejandro Villasana (México)
    Oreste Focaccia (Argentina)
    Exequiel López (Argentina)
    Rafael Echenique (Argentina)
    Felipe Navarro (Brasil)
    Raúl Pereda (México)
    Aaron Terrazas (México)

    Isento para toda a primeira metade da temporada 2020

     

    13º ao 35º (mais empates)

    Juan Cerda (Chile)
    Horacio León (Chile)
    Facundo Villanueva (Argentina)
    José Luis Montaño (Bolivia)
    Claudio Correa (Chile)
    Pedro Lamadrid (México)
    Luis Barco (Peru)
    Rafael Guerrero (Venezuela)
    Marcos Montenegro (Argentina)
    Martín Contini (Argentina)
    Axell Balestre (Brasil)
    Luis Gagne (Costa Rica)
    Herik Machado (Brasil)
    Gonzalo García (Argentina)
    Antonio Maciel (Argentina)
    Philippe Guidi (Chile)
    Ignacio Marino (Argentina)
    Texas Harper (México)
    Joaquín Lolas (Peru)
    Gastón Romero (Argentina)
    Agustín Bardas (Argentina)
    Sebastián Bergagna (Argentina)
    Sebastián López (Colômbia)

     

     Condicional para a primeira metade de 2020