×
  • ZURICH ARGENTINA SWING

    Carranza vence o Neuquén Argentina Classic

  • Omar Gutiérrez, Governador da Província de Neuquén, entregou o troféu de campeão para Clodomiro Carranza. (Enrique Berardi/PGA TOUR)
    Omar Gutiérrez, Governador da Província de Neuquén, entregou o troféu de campeão para Clodomiro Carranza. (Enrique Berardi/PGA TOUR)
  • In This Article
  • SAN MARTÍN DE LOS ANDES, Neuquén, Argentina – Quando quase embocou seu segundo tiro no par 4 do buraco 1, onde bateu um espetacular picthing wedge das 150 jardas e deixou a bola dada, Clodomiro Carranza deixou claro que não tinha intenção alguma de deixar escapar a vitória do Neuquén Argentina Classic.

    Líder por três tacadas depois de 54 buracos, Carranza fez 5 abaixo do par nos primeiros sete buracos da última volta e aumentou sua vantagem para oito tacadas, fechando a porta na cara dos seus rivais. Parecia que ganharia por uma vantagem recorde, mas no restante da volta jogou 2 acima do par. Com seu cartão de 69 tacadas, terminou ganhando por três. Seu total para a semana foi de 17 abaixo do par (271).

    Com esta conquista no primeiro torneio do PGA TOUR Latinoamérica que chegou até a alucinante Patagônia, Carranza se viu impulsionado até o primeiro lugar do Zurich Argentina Swing, a competição que reúne os quatro torneios do Tour no país, e se colocou no décimo terceiro lugar da Ordem de Mérito.

    “Por mais que já tivesse ganhado no Tour Argentino, vencer aqui no PGA TOUR Latinoamérica é diferente”, disse o campeão de 36 anos, que havia conquistado sua única vitória no circuito regional no Aberto do Brasil de 2012. “Faz tempo, já passaram seis anos (desde aquela vitória), mas por sorte consegui mais uma. Tenho trabalhado muito para isso e tenho uma grande equipe de trabalho por trás de mim.”

    Para essa equipe de trabalho, Carranza comentou recentemente que consideraria deixar de jogar se os resultados não chegassem nesses últimos torneios da temporada do PGA TOUR Latinoamérica. Agora suas considerações são outras e pode deixar fluir suas aspirações de voltar ao Web.com Tour, onde jogou em 2013, e até pensar no PGA TOUR.

    “Eu gosto de fazer as coisas bem e sempre planejo o meu dia-a-dia”, agregou sobre sue futuro. “A meta é (coltar) ao Web.com Tour e tenho uma pequena possibilidade nos dois torneios que restam (de chegar no Top 10 do Latinoamérica) e se não conseguir agora, farei no ano que vem.”

    Chapelco Golf Club
    Clodomiro Carranza conquistou neste domingo seu segundo título no PGA TOUR Latinoamérica. (Enrique Berardi/PGA TOUR)

    A três tacadas de Carranza, o segundo lugar isolado foi para Andrés Gallegos. O também argentino chegou ao último buraco empatado com o americano Harry Higgs, mas embocou um valioso putt de quatro metros para birdie para jogar 69 e se separar com um total de 14 abaixo do par. Higgs, que recuperou posições com um 65, acabou em terceiro com 13 abaixo do par.

    Nicolo Galletti, também americano, jogou 66 para dividir o quarto lugar com sul-africano Victor Lange, 68, a seis tacadas do campeão.

    A melhor volta do campeonato foi um 63 sem bogeys do americano Eric Steger, que fez nove birdies para estabelecer o novo recorde do campo do Chapelco Golf Club. Com esse escore Steger terminou empatado em sexto lugar ao lado do seu compatriota Dalan Refioglu, que jogou 65, e o chileno Benjamín Alvarado, que fez 68.

    O campo, onde hoje as condições foram melhores do que o esperado, com céu nublado e uma temperatura máxima de 14º Celsius, permitiu 40 voltas abaixo do par neste domingo.

    O PGA TOUR Latinoamérica permanecerá mais uma semana na Argentina para encerrar o Zurich Argentina Swing com a realização do 113º VISA Open de Argentina apresentado por Macro. O último torneio com todos os jogadores da temporada será disputado em Pilará, Buenos Aires, e definirá o grupo de jogadores no Top 60 da Ordem de Mérito. Estes jogadores terão acesso ao Shell Championship, evento final da temporada, que será disputado em Miami entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro.